O turismo rural cresce a cada ano no Brasil e os empreendedores devem ficar de olho neste segmento principalmente com as Olimpíadas de 2016 chegando.

turismo rural, agronegócios, oportunidade de negócios

Como exemplo para mostrar o potencial do turismo rural, apresentamos algumas informações obtidas na 5ª Rodada de Negócios do Turismo Rural Brasileiro. Este evento foi realizado antecedendo a Copa do Mundo de 2014 e discutiu vários fatores que indicam o aumento de atividades turísticas em regiões desconhecidas do turismo.

Os acordos fechados durante a 5° Rodada de Negócios do Turismo Rural Brasileiro, realizada no fim de 2013, movimentaram cerca de 7 milhões de reais superando a última edição. O encontro, promovido pelo Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural (IDESTUR), com patrocínio do SEBRAE Nacional, reuniu representantes de agências de viagens, operadoras de turismo e associações do setor do Ceará, Pernambuco, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Goiás e Distrito Federal, entre outros, para discutir estratégias para a Copa do Mundo de 2014. O evento foi realizado em parceria com a Associação Brasileira de Turismo Rural (ABRATUR) e Associação Brasileira de Operadoras de Turismo (BRAZTOA).

Durante a Rodada de Negócios, Mônica Alencar, SEBRAE/MG, representando Andrea Faria, responsável pelo Programa de Turismo Rural do SEBRAE Nacional, após participação na mesa de abertura do evento, proferiu palestra e conversou com os participantes sobre a importância do setor. Monica Alencar afirmou em sua palestra que “O SEBRAE apoia o Turismo Rural nacional, hoje com projetos em vários destinos do Brasil como em Roraima, apostando no Brasil e no Turismo Rural”.

A operadora Sanchat Tour, um dos dez compradores BRAZTOA presentes, que há menos de um mês decidiu investir no turismo nacional, esteve pela primeira vez no evento. “Já temos uma demanda muito grande de turistas do exterior que querem conhecer o interior do Brasil, em especial viajantes da América Central. Não podíamos ficar de fora dessa oportunidade”, completa Joice Fernandes, representante da empresa.

Durante o evento, a Rota do Café Paraná, um dos principais roteiros turísticos do interior do estado, foi escolhida como proposta de destaque e atrativo para os turistas durante a Copa. A época conhecida como florada do café coincide com os jogos mundiais. “Temos um Brasil inteiro que os próprios brasileiros não conhecem”, ressaltou Giovanni Prata, responsável pela venda da Rota.

De acordo com ele e com Natasha Bacchi, do SEBRAE Paraná, apoiadora da Rota do Café, a 5ª. Rodada de Negócios do Turismo Rural, foi fundamental para estimular a atividade turística em regiões que ainda não são tão reconhecidas e que têm muito a oferecer.

“Encontramos operadoras bem mais interessadas no turismo rural, com estratégias boas e com o mesmo propósito que o nosso: apresentar o Brasil de uma forma diferente”, completou Bacchi.

“Ainda há muita coisa para ser desenvolvida quando se trata do turismo rural, mas iniciativas como esta podem contribuir com um desenvolvimento mais rápido e eficaz do setor”, finaliza Andréia Roque, com a apresentação do Projeto Manual de Boas Práticas do Turismo Rural, em parceria com a ECOTRIP seguradora, bem como a apresentação da Carta do Turismo Rural Brasileiro elaborada pelas entidades representativas presentes com o lançamento do evento oficial do turismo rural brasileiro de 2014, CINTUR, organizado pela ABRATURR Nacional, que aconteceu em março de 2013, no Ceará.

A 5° Rodada de Negócios do Turismo Rural Brasileiro foi realizada na Fazenda Capoava, na cidade de Itu-SP, onde os participantes participaram do evento de lançamento Turismo Rural e a Copa de 2014 e ao fim realizaram uma visita acompanhado de monitores ambientais, que apresentaram a região.

Fonte: http://www.idestur.org.br/download/20131205143252.pdf