ChaveAs hospedagens alternativas registradas no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos, o Cadastur, cresceram mais do que as hospedagens tradicionais. Atualmente há 114 albergues cadastrados, o que representa um aumento de 33% este ano, de acordo com o Ministério do Turismo. As pousadas aumentaram em 20%, atingindo 1.946 registros em 2013, e os hotéis cresceram 16%, totalizando 4.473 registros.

De acordo com o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz, o crescimento dos meios alternativos se deve ao fato de os microempreendedores estarem se identificando mais com a atividade turística. Hoje são quase sete milhões no país que começam suas atividades com esses meios de hospedagem. “É um público crescente que acredita no setor e oferece novas opções aos turistas”, afirma.

O Cadastur conta hoje com 45.500 prestadores de serviços de turismo, conforme levantamento do Ministério do Turismo em setembro de 2013. Em julho do ano passado eram 28 mil cadastros. O crescimento ocorreu após a publicação da portaria n°197, que tornou o cadastro mais simples e inclusivo. Nos últimos seis meses desse ano, mais de 1.300 agências de viagens e quase 600 transportadoras turísticas foram incluídos.

“A portaria torna o processo de inscrição menos burocrático”, afirma Jair Galvão Neto, coordenador geral de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo. Com as novas regras, não é mais necessário apresentar alvará de funcionamento para obter o registro e passa a ser permitido cadastrar veículos prestadores de serviços de terceiros. Outra mudança foi o aumento do prazo de renovação de cadastro de guias, de dois para cinco anos.

Para saber mais, leia a íntegra do texto publicado no site do Ministério do Turismo.