Face_loja_de_roupa_feminina

Vender é a arte de conquistar o cliente. Esta é uma máxima que o lojista nunca pode perder de vista, se quiser se manter no mercado por muitos anos. Neste sentido, separamos oito dicas para ajudar os proprietários de lojas de roupas para mulheres a conquistarem todos os dias novas e antigas clientes.

Confira:

1) Faça uma boa recepção, visando uma primeira impressão positiva
O processo de venda inicia-se com a recepção das clientes. Para mulheres, é essencial que os/as vendedores/as sejam atenciosos e receptivos assim que entrem na loja.

A aparência da equipe também interfere nesta primeira boa impressão, por isso, é bom que o/a vendedor/a esteja “arrumado”, isso inclui roupa, cabelo, unha e maquiagem e sobrancelha, no caso das vendedoras.

Não se esqueça que é o/a vendedora quem conduz a venda, e deve acompanhar a cliente durante todo o processo: da entrada à saída.

2) Agilidade e assertividade para entender o perfil da cliente
Os/as vendedoras precisam compreender rapidamente o estilo das clientes, e assim surpreendê-las com novidades que lhes agradarão. No entanto, atenção: é preciso deixar o cliente livre para efetuar a sua escolha. As sugestões só devem ser feitas se houver abertura para isso.

3) Treinamento para atender bem e conhecer os produtos ofertados
Para que os/as vendedores/as ofereçam um atendimento adequado, com a disposição, presteza e sutileza necessárias, é preciso investir em treinamento. Os colaboradores também devem estar bem informados sobre os produtos ofertados e sobre as tendências de moda para melhor orientar a cliente.

4) Mix de produtos adequados ao perfil do público-alvo
A seleção de produtos é um ponto-chave para o sucesso do negócio. Na hora de escolher as roupas que vai revender, o empreendedor deve levar em consideração a estação e o perfil do seu público-alvo.

5) Provadores, importante aliado das vendas
Os provadores são essenciais em lojas de varejo de roupas, pois permitem as clientes verem “ao vivo e a cores” o caimento da roupa em seu corpo. Muitas vezes, a cliente nem dá muita atenção para a peça, mas ao vê-la em seu corpo se surpreende. Ao mesmo tempo, tem a oportunidade de ver o que não lhe deixa bem, e assim evitando trocas ou até sentir que estão tentando lhe empurrar um produto “ruim”, o que jamais deve ocorrer.

Não se esqueça de oferecer ao cliente para provar a peça. O/a vendedor/a deve acompanhar a cliente até o provador.

6) Atrair novos clientes e manter a fidelidade
A divulgação da loja poderá ser feita por meio de panfletagem nas imediações da loja, sobretudo no início do negócio. Invista em folder, panfletos e, posteriormente, divulgação na mídia (jornal, revista, rádio e televisão).

Os vínculos de amizades e a credibilidade com os clientes são pontos positivos para manutenção e fidelização dos clientes. Para isso, crie um site na internet – se não tiver recurso para isso, aposte em blogs, que são gratuitos – e perfis nas redes sociais para se relacionar com os clientes já conquistados e divulgar ofertas.

Um cadastro pré-selecionado de clientes pode ser uma forma de atrair a clientela através do envio de malas diretas e e-mails, informando sobre promoções e lançamentos.

7) Ambientação do negócio
Mantenha uma vitrine sempre bonita e com peças atrativas. Dentro da loja, ponha música que tenha a ver com o seu público e aposte em perfumes muito leves mais que criem para a sensação de conforto, além de manter o ambiente muito limpo. Ofereça água, sobretudo nos dias quentes, e café novo. Tudo isso fará a cliente se sentir bem recebida.

8) Sempre agradeça
Além da qualidade no atendimento e nos produtos e de um ambiente acolhedor, é muito simpático agradecer à cliente pela preferência. Lembre o quanto ela é importante para o negócio. Esta valorização contribuirá para uma última impressão positiva da loja e sua equipe.

Com informações do Sebrae Nacional.

Redação e edição: Fernanda Peregrino, da FC Consultoria.