Estudo Mercado Saude

Um estudo do Sebrae traz uma análise sobre o mercado de saúde no Brasil a partir do olhar da Feira Hospitalar 2014 que ocorreu em São Paulo.

O estudo mostra que pensar no atendimento a idosos significa também pensar em praticidades, mesmo que essas elevem o custo do serviço. Caso o usuário sinta-se confortável e acredite que o preço seja justo frente às vantagens, ele irá optar por esse serviço.

Alguns itens são peças-chave para agradar essa clientela:

 

1    1- Localização do empreendimento: deve estar perto de locais reconhecidos pela população idosa.

2.  2- Acesso: estacionamento facilitado ou dispor de transporte permanentes para usuários, como no caso de tratamentos para câncer ou insuficiência renal.  

3.  3- Espaço adaptado: rampas para cadeirantes, elevadores e cadeiras de rodas ou andadores disponíveis aos clientes logo que adentram o serviço. 

Há, contudo, um cuidado especial que pode ser o grande diferencial que permitirá ao seu pequeno negócio angariar cada vez mais usuários satisfeitos: o atendimento individualizado e focado na escuta, ou seja, ter tempo para os clientes. É aí que o empresário poderá ter mais vantagens em relação aos grandes grupos, pois tem a chance de atuar de forma menos massificada. Sabendo explorar e apropriar-se bem dessa característica, o empreendedor tem chances de prosperar. Seguem mais algumas dicas:

 

1.      1- Capacitar e selecionar adequadamente toda a equipe que irá, em algum momento, se relacionar com o paciente;

2.   2- onhecer o cliente pelo nome, entrar em contato na data de seu aniversário ou numa data de indicação de retorno e registrar suas preferências para agradá-lo em seu retorno. São simples formas de demonstrar a preocupação da empresa com seu cliente;

3.     3- Questionar sobre a satisfação quanto ao atendimento e fornecer resposta adequada às reclamações.

 

 

Conheça mais informações sobre esse mercado no estudo: http://www.sebraemercados.com.br/wp-content/uploads/2015/06/Estudo-mercado-saude.pdf