Cama e Café_Capa

Tudo começou na Irlanda. Um país europeu que passou a hospedar seus visitantes nas residências dos habitantes, que recebem diária na qual está incluído o serviço de café da manhã.

No Brasil, a hospedagem domiciliar Cama e Café foi introduzida em 2003 no bairro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro, com vinte casas e hoje se multiplica por toda a cidade. Comemorando 10 anos de criação em 2013, a primeira rede brasileira já recebeu mais de 18 mil hóspedes, somando R$ 4 milhões de faturamento repassado aos anfitriões.

O modelo funciona por meio de uma central de reservas que estrutura e agencia a rede de residências para hospedagem. Esta central faz a ligação entre hóspede e anfitrião, fornece informações sobre residências e tarifas e cuida da efetuação dos pagamentos.

Na cidade carioca, a procura pela inscrição no sistema não para de crescer desde que foi anunciada como sede da Copa e das Olimpíadas. Sem dúvida, os eventos esportivos são grandes propulsores do movimento crescente de hospedagem domiciliar.

Mas esse tipo de hospedagem vem se expandindo para outras regiões brasileiras e levando oportunidades de negócios para muitas localidades. Além disso, movidas pela Copa do Mundo do próximo ano, as cidades-sede também já entraram nesse circuito, a exemplo de Salvador e Brasília.

Esta é uma atividade empreendedora para quem quer se apropriar das oportunidades da Copa, oferecendo um serviço que nasceu tendo como grande diferencial a possibilidade de o turista conviver diariamente com os habitantes locais, seus hábitos e sua cultura. Para que o meio de hospedagem tenha maior profissionalização e visibilidade da oferta para o público-alvo, a adesão ao Sistema Brasileiro de Classificação Hoteleira também é importante.

O que é a classificação?

Cama e Café_Miolo

O Cama e Café é um meio de hospedagem oferecido em residências com, no máximo, três unidades habitacionais, para uso turístico, em que o dono more no local e ofereça serviços de café da manhã e de limpeza.

Os meios de hospedagens são classificados por categorias que variam de 1 a 4 estrelas, de acordo com o atendimento a requisitos que são divididos em mandatórios (ou seja, de cumprimento obrigatório pelo meio de hospedagem) ou eletivos (de livre escolha do meio de hospedagem, tendo como base uma lista pré-definida).

A adesão ao Programa Cama &Café depende do atendimento de 100% dos requisitos mandatórios e de 30% dos requisitos eletivos (para cada conjunto de requisitos).

Para melhor compreensão dos requisitos, acesse a cartilha de orientação básica Cama & Café do sistema brasileiro de classificação de meios de hospedagem, clicando aqui.

 

Procure a unidade de atendimento do Sebrae mais próxima, localizando-a em www.sebrae.com.br e informe-se sobre como obter apoio.