previsoes2016_op2

O ano mal começou e a Indústria da Moda já está discutindo o que estará no guarda-roupa das pessoas em 2016. De acordo com especialistas, as peças devem proporcionar sentimentos de sensibilidade, suavidade e fragilidade, além de bom humor e aconchego. Também acredita-se que o universo infantil será tema para várias coleções.

“Há três direções recorrentes para o Verão 2016: um sentimento de nomadismo por parte do consumidor; sensações relacionadas à suavidade, onde o desejo pela fragilidade ganha força; e o bom humor e o universo infantil sendo admirado e utilizado pelos adultos como adjetivo”, definiu o designer Jefferson de Assis para o Instituto by Brasil. E Assis conclui: “as roupas devem promover conforto e liberdade”.

Confira algumas previsões de moda para 2016:

Temas
Segundo Orietta Pelizzari, uma das mais conceituadas especialistas em tendências em moda do mundo, quatro temas principais nortearão os estilos que estarão nas ruas nas estações mais quentes de 2016:

  • Day Dreamers (sonhadores)

Para criar um estilo alegre, as texturas serão microgeométricas; a aparência, caleidoscópica; e haverá também entrelaçados, perfurações, linhas venais, rendas, estampas, bordados e uma nova geração de couro, o wet white. Espera-se ainda novos acabamentos e geometrias tridimensionais. Ficarão de fora os metais pesados. Nos calçados masculinos, a sandália rasteira ganhará certa formalidade, ao ser produzida com um material de qualidade. As bolsas serão feitas com produtos semirrígidos e terão dimensões maiores para mão e ombros.

  • Prêt-à-Sporter (união de dois mundos em um estilo)

Unirá aspectos do tribalismo africano com o minimalismo japonês. “Apesar de estar ligado ao esporte, precisa ter luxo, por isso, o brilho na cor de ouro estará presente. Impressões, estampas, geometria, espelhos, detalhes metálicos e acabamentos em silicone, nylon, PVC e neoprene serão vistos neste estilo. A união do clássico com o esporte será a característica principal dos calçados femininos e masculinos; e bolsas, sacos e mochilas terão como aspecto mais importante os detalhes, como zíper, bordas e aberturas”, afirma Orietta.

  • Sun Design (influência do calor dos trópicos)

Um novo modo de interpretar o tropical, o calor e o sol. “Técnicas típicas tropicais poderão ser notadas nos tie-dyes. Haverá também mescla de flores com animal print, entrelaçados irregulares de couro, cores intensas, efeitos impressos, acabamentos manuais, camadas peroladas e estampas de frutas e outros alimentos tropicais. Nos calçados femininos, destaque para os peep toes largos, saltos de diversos tamanhos e espessuras. As bolsas devem ser macias e em formatos maxi ou micro. Não terá medida média”, aponta a especialista.

  • Name no Name (mundo dos anônimos, antigo hypster)

Estilo dos “normais”. “O que norteia este conceito é o unissex, que volta forte no vestuário, calçados e bolsas, que serão de materiais básicos, leves e modernos. O estilo pode ser definido como um pouco formal e confortável, o chamado workwar”, explica Orietta. Serão tecidos lavados, leves e sutis. As características mais delicadas e femininas ganharão força. Já o couro terá toques mais ativos e técnicos.

Cores
O Jefferson de Assis antecipa que as seguintes cores prometem guiar as criações para a Primavera-Verão 2016:

  • Laranja: Orange (Pantone 18-1561 TCX);
  • Bege: Fog (Pantone 13-067 TCX);
  • Rosa: Aurora Pink (Pantone 15-2217 TCX);
  • Amarelo: Dandelion (Pantone 13-0758 TCX) e Green Sheen (Pantone 13-0648 TCX);
  • Verde: Arcadia (Pantone 16-5533 TCX);
  • Petróleo: Coastal Fjord (Pantone 18-3920 TCX);
  • Vermelho: Scarlet Sage (Pantone 19-1559 TCX).

Com informações de Couromoda e Instituto by Brasil.
Foto: Mairanny Batista
Edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação.