Beleza e bem-estar por dentro e por fora são as demandas dos consumidores brasileiros. Eles não querem apenas estar bonitos, mas ter a aparência saudável. Para os pequenos negócios, isso implica em extrapolar os limites dos serviços tradicionais e criar alternativas que valorizem a experiência e potencializem as diversas sensações vivenciadas pelos consumidores no empreendimento. 

 consumo x tempo

A relação do consumidor com o tempo que deseja passar em uma salão de beleza ou uma estética para a execução do serviço varia conforme sua necessidade e disposição. Um mesmo cliente pode, em determinado momento, optar pela realização do serviço no menor tempo possível, mas em outro desejar exatamente o oposto, pois considera a ocasião uma opção de relaxamento e bem-estar. Assim, o grande desafio dos empreendimentos é encontrar o ponto de equilíbrio entre o rápido e o lento com um cardápio de opções com gradações de serviços que possam atender aos anseios dos consumidores.

Conheça mais outras dicas no BOLETIM TENDÊNCIAS DO MERCADO DE BELEZA .