Milho e derivados

No Brasil é hábito comum consumir milho cozido em quase todas as grandes cidades brasileiras, inclusive nas praias. Os carrinhos de ambulantes, bem como a comercialização da pamonha no porta a porta são comuns, assim como as broas de milho nas padarias, os sucos nas lanchonetes. Já nos interiores as festas do milho na safra também atraem muitas pessoas.

Para o aproveitamento de grande parte das oportunidades desse mercado, o empresário tem que estar atento aos reajustes no preço do milho verde, pois a oferta do produto sofre com fatores como entressafra, período de seca e alterações cambiais, já que ele está vinculado à exportação brasileira de grãos. O milho verde tende a um valor de mercado acima dos outros tipos de milho, uma vez que sua produção demanda mais de cem dias, requerendo mais energia. Informações recentes apontam que a produção do milho verde no Brasil vem crescendo. As empresas produtoras de sementes estão trabalhando na obtenção de cultivares de milho verde que atendam às características exigidas pelo mercado, tanto para consumo in natura quanto para a indústria de conservas alimentícias.

Tem crescido, em todo o território nacional, o número de estabelecimentos que comercializam milho cozido, pamonhas, sucos e outros derivados. Atualmente, o “negócio milho verde” é tão promissor que vem incentivando produtores de outras culturas a migrar para a sua exploração. O aumento da demanda pelo produto no mercado também vem estimulando produtores que utilizam mão de obra familiar a incrementar a indústria caseira, o que resultou em aumento de renda por parte desse segmento.

Os principais produtos demandados neste setor são o milho verde, que pode ser comercializado cozido, ou ainda seus derivados como o curau de milho; os diferentes tipos de pamonhas – doces, salgados, com diferentes tipos de recheios; bolos de milho; suco de milho; farinha de milho pura ou aromatizadas; canjicas, também conhecidas como mungunzás em algumas regiões do Brasil.

Para a confecção desses produtos a procedência da matéria-prima, a qualidade e frequência no fornecimento são fundamentais para a qualidade final, já que na maioria dos casos os produtos são consumidos frescos e sua durabilidade é baixa.

O período de realização dos jogos e, consequentemente, com maior número de visitantes será o período de festas juninas possibilitando a divulgação de diversos produtos típicos dessa época em diferentes partes do Brasil.

A maior parte dos produtos, como curaus, pamonhas e canjicas deve ser comercializada fresca. Devido a isso devem ser manipulados de acordo com todas as regras de cuidados de sanidade e higiene, além da garantia de um milho de qualidade do produtor.

Já os produtos como fubá e farinha de milho, que possuem mais tempo de durabilidade, requerem mais atenção no armazenamento, pois exigem embalagem adequada.

Os produtos derivados do milho são comercializados de maneira muito informal, geralmente por vendedores ambulantes, com seus carrinhos de milho cozido, ou carros vendedores de pamonha, bem como de bolos. A concorrência é acirrada, sem muita diferenciação, a não ser pela aparência e percepção de higiene.

Dessa forma a profissionalização, a partir da orientação por meio de cursos de manipulação de alimentos, tipos de embalagens e agregação de valor já podem dinamizar muito esse tipo de negócio. A aparência, o sabor, a manipulação, bem como a propaganda parecem detalhes, mas farão toda a diferença nesse meio onde a concorrência é acirrada.

Pequenas lojas tem se destacado, como é caso das pamonharias, fábricas de bolos e casas de suco em grandes cidades, sendo a concorrência também grande, além das lanchonetes, padarias e redes de supermercados que passaram a comercializar principalmente pamonhas, bolos, broas e sucos.

Durante o período dos grandes eventos desportivos, o aumento da demanda deve acirrar a concorrência entre empresas do mesmo setor. Por isso, é necessário que o empreendedor desenvolva alternativas para se destacar no mercado. Os empreendedores devem investir em publicidade de seus produtos fazendo referência à qualidade desde a origem até o processo de produção.

No mesmo caminho, é importante ter em mente que uma publicidade voltada para os eventos desportivos devem ser exploradas por todos os concorrentes, mas o diferencial passa por uma estratégia de parcerias e promoções que destaquem, ao mesmo tempo, a qualidade do produto e a realização dos grandes eventos no país.

 

Consulte a página no SEBRAE Milho e Derivados e saiba mais sobre oportunidades nesse segmento.