Sem-título

Muitos empreendedores acham que definir as cores do seu negócio, seja para a sua marca ou para a decoração da loja, é questão de gosto. No entanto, este é um grande erro! As cores são um dos fatores que contribuem para o sucesso do negócio, seja atraindo a clientela com o perfil certo, seja deixando o cliente mais à vontade dentro da loja, conquistando vendas. Por isso, é muito importante ter muito claro o “espírito” do negócio e do público-alvo, para definir as cores que irão representar a empresa.

As cores são uma parte importante da identidade visual da empresa. Devem ser as mesmas desde a fachada do negócio até a ilustração dos cartões de visita, passando pelo layout do site e customização dos perfis das redes sociais e por material promocional (anúncios, panfletos, banners ou brindes).

Impacto de algumas cores

Só para ter uma ideia, o laranja e o vermelho são cores que aumentam a pulsação, e portanto, geram certa ansiedade no cliente, contribuindo para que queira um atendimento mais ágil e fique menos tempo no estabelecimento. Por isso, são cores muito usadas por restaurantes fast food, que querem uma alta rotatividade de clientes.

Já para o varejo de moda as cores mais usuais são os vários tons de rosa e azul. Isso porque o azul cria um sentimento de paz, sinceridade e confiabilidade, sensações muito importantes para quem quer escolher com calma e certeza roupas, sapatos e acessórios de moda.

O rosa, por sua vez, está associado à feminilidade, mas também estimulam sentimentos de nobreza, sabedoria, dignidade nas pessoas. Tudo isso pode aumentar a empatia do cliente com o seu negócio e produtos.

Significado das cores

É preciso lembrar que as cores mudam de significado de acordo com a cultura. Os significados das cores abaixo são os mais usais nos países do continente americano.

Segundo o pesquisador Modesto Farina, autor do livro “A Psicodinâmica das Cores em Comunicação”, as cores tem os seguintes significados:

Azul - É a cor dita como preferida pela maioria das pessoas no mundo. Sua ligação natural a elementos como céu e mar conferem a ela serenidade e universalidade. Está ligada a temas como confiança, responsabilidade e segurança, além de tranquilidade.

Vermelho - Força, sensualidade, paixão, perigo, agressividade: sempre temas fortes. Estudos indicam, inclusive, que a visão da cor estimula reações cerebrais e corporais, como a aceleração dos batimentos cardíacos e da respiração.

Verde - Saúde, natureza e riqueza são temas frequentemente relacionados ao verde.

Amarelo - O amarelo é universalmente associado a um elemento forte: o sol. Por isso, é vinculado a sensações como calor, alegria, otimismo e claridade.

Laranja - Uma cor bastante viva e em certo aspecto até infantil – é a preferida de muitas crianças. Remete a exuberância, diversão e vitalidade.

Roxo - Dosa a força e a paixão do vermelho com a tranquilidade do azul. Vincula-se a temas como sofisticação, espiritualidade, dignidade e mistério.

Rosa - Sim, o rosa é naturalmente feminino. Mas seu impacto varia bastante conforme a tonalidade: tons mais fortes de rosa evocam diversão, juventude e energia. Já os mais claros têm um ar romântico e suave.

Marrom - Pode ser ligado a simplicidade, durabilidade e estabilidade, mas só se for muito bem usado. Seu uso é pouco recomendado na publicidade, já que é muito associado à sujeira e negatividade.

Preto - Ao mesmo tempo em que é uma cor extremamente negativa, vinculada a temas como a morte, é também clássica e forte. Bem usada, carrega seriedade, poder, sofisticação, elegância e sedução.

Branco - Uma cor clean e básica. Remete à simplicidade, clareza e pureza.

Com informações de Sebrae/PR, Sebrae/NA e Revista PEGN.

Foto: Pedro Trindade

Redação e edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação