O setor da construção civil, que atua diretamente no canteiro de obras, está dominado por pequenos negócios com até 49 empregados. Para as empresas que lidam com construções provisórias e instalações em canteiros de obras, atualmente, o trato da questão da sustentabilidade é um fator determinante para o sucesso no mercado.

Canteiros projetados para causar o menor impacto ambiental possível são demandados tanto no setor privado quanto no setor público. Nesse sentido, o planejamento deve enfatizar:

1)    Redução das perdas de materiais por uso inadequado dos recursos ferramentais e tecnológicos;

2)    Redução do impacto direto na paisagem original;

3)    Minimização do uso de água e energia; Canteiro Central

4)    Relação da obra com a vizinhança e a comunidade;

5)    Tratamento dos resíduos; e

6)    Redução das emissões totais de CO2 com transporte de insumos e produtos e o consumo de energia.

Para atuar nesse setor, o empreendedor deve dominar o uso de tecnologias limpas aplicadas às construções provisórias e demais instalações em canteiros de obras, e perseguir altos níveis de produtividade. Assim, terá maiores chances de se diferenciar da concorrência e viabilizar economicamente o negócio.

Esses pequenos negócios têm como principais segmentos de clientes:

  •  Incorporadoras: empresas que articulam o negócio imobiliário. A incorporadora identifica as oportunidades, faz estudos de viabilidade, adquire o terreno e formata o produto a ser desenvolvido;
  •  Empreiteiras: que subcontratam os serviços.
  •  Construtoras: de residências, prédios, condomínios ou estabelecimentos comerciais;
  •  Serviços de reformas: empresas que fornecem serviços de ampliação, reformas e manutenção predial;

No setor público as oportunidades também são distintas, incluindo o fornecimento para órgãos públicos federais, estaduais e municipais, assim como locais de prestação de serviços à população, como postos de saúde, escolas etc. Embora existam grandes oportunidades no setor publico, uma iniciativa importante é planejar antecipadamente o capital de giro do negócio, visto que os fluxos de recursos costumam ser irregulares. O que pode representar uma grande oportunidade transformada em um grande problema.