A alimentação é uma necessidade básica do ser humano, e sua principal função é nutrir. No entanto, com o passar dos anos, o ato de nutrir passou a ser substituído pelo ato de degustar, envolvendo o prazer, a satisfação e, consequentemente, mais sentidos além do próprio paladar. Com isso, muitos negócios do ramo alimentício, principalmente os de alimentação fora do lar, passaram a entender que o sabor da comida pode não ser mais o grande diferencial da empresa. É preciso pensar em outras estratégias e, até mesmo, outros tipos de elementos para proporcionar a melhor experiência ao cliente.

O conceito de food experience abrange muito mais que o prato servido, pois engloba inúmeros outros aspectos, como o ambiente, o clima e as diversas sensações provocadas no cliente.

Sendo assim, o Relatório de Inteligência do Sebrae/RJ apresenta aos micro e pequenos negócios o conceito de food experience, dá dicas de como implementá-lo nos estabelecimentos, mostra como o marketing influencia nisso e apresenta casos de sucesso do ramo.

Clique aqui para acessar ao relatório.

food experience sebrae