blusas_571x411

O estoque é o que garante o abastecimento de materiais na produção, eliminando demoras e/ou atrasos, sazonalidades de suprimentos e riscos de faltas de fornecimento, o que impactaria na lucratividade da empresa. Em média, uma mercadoria não deve ficar mais do que 45 dias parada no estoque. Mais que isso, pode significar prejuízo.

Por isso, a empresa deve controlar o seu estoque, e preferencialmente diariamente. A sua máxima deve ser: planeje o estoque hoje, para zelar pelo capital de giro de amanhã. Entre as vantagens de gerir o estoque, identificar produtos que estão sem giro e conhecer a influência de estoque nos resultados financeiros.

O estoque não deve estar alto quando o caixa (dinheiro disponível) está baixo. O nível dos estoques devem acompanhar as vendas de produtos. Quando se tem uma previsão de venda para o próximo período e as quantidades estocadas de cada artigo, basta verificar o tempo e a quantidade mínima exigida pelo fornecedor para repor os artigos a serem estocados.

Confira dicas para transformar o estoque em lucro:

1) Planejamento: ajuste o estoque à necessidade da venda. Compre bem, compre o produto na qualidade adequada, no tempo e na quantidade certa. Estoque é dinheiro imobilizado e deve ser planejado e controlado;

2) Circulação: aumente o giro do estoque, dando prioridade a 30% dos itens mais vendidos e diminua o restante (ou seja, os produtos que vendem abaixo da média);

3) Escoamento: para alavancar dinheiro em sua empresa, vejam quais são os itens que já estão em seu estoque por um grande período (mais de 60 dias) e liquide-os;

4) Produtos-chave: estocar em grande quantidade os produtos campões de venda ´pode servir como injeção de dinheiro para investir ou pagar dívidas a curto prazo;

5) Acelere: armazenar produtos tem um custo de 20 a 40% para o negócio (custo com espaço, manutenção, manuseio, pessoas, risco de desvalorização, de quebra, de avarias), portanto, acelere o tempo em que as mercadorias chegam e são vendidas.

6) Controle bem de perto: faça inventários periódicos, auxilia na identificação de furtos ou desvios de estoque, e mantenha os itens do estoque sempre registrados (sistema/livro de registro), pois o custo desta aquisição é importante;

7) Informatize: sistemas informatizados ágeis facilitam o controle, a gestão e a consulta ao estoque;

8) Prazo: controle a validade e a aceitabilidade dos itens de estoque.


Fonte: Alavanque sua empresa em tempos de turbulência, do Sebrae em SP
Edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação
Imagem: wikimedia.org/wikipedia/commons