Supermercados, fruterias e armazéns são negócios que demonstram grande rentabilidade em bairros ou pequenas cidades devido ao público garantido. Nesses estabelecimentos há a possibilidade de vender produtos diversos que sejam de interesse geral e a vantagem de estar muito próximo das pessoas.

Caso você tenha interesse em abrir um mercadinho, saiba que está fazendo uma grande escolha. Primeiro porque o lucro pode ser alto quando bem administrado. Segundo porque produtos vendidos em um mercadinho fazem parte da necessidade do lar e sempre terão saída, mesmo em pequena quantidade. E terceiro que com uma boa administração é possível crescer e virar até um grande empreendimento.
- Localização para abrir um mercadinho
Você precisará de um espaço amplo, que tenha mais de uma porta para entrada e saída constante. Antes de escolher o local para alugar ou comprar, observe se ele oferece os seguintes pontos: segurança de estar aberto de segunda a domingo até o meio dia, visibilidade para que os clientes e futuro clientes possam ver o seu ponto e local para estoque, para que não tenha apenas os produtos da prateleira.
Vale lembrar que o cliente de supermercado pode acabar virando um cliente fiel se sentir atraído pelo espaço.
- Licenças necessárias para abrir um mercadinho
Um minimercado, ou mercadinho como é popularmente chamado, é um estabelecimento comercial, semelhante a lojas de comércio tradicional. Para ser considerado um minimercado ele precisa ter até 300 metros quadrados.

O proprietário precisa fazer o registro como pessoa jurídica e também na junta comercial da cidade. Esta parte é necessária para se conseguir um CNPJ, número da empresa diante da Receita Federal do Brasil, como um CPF para pessoa jurídica.

O mercadinho só pode entrar em funcionamento mediante alvará expedido pela Vigilância Sanitária da cidade.
Para obter tal licença, é preciso estar cadastrado no Cadastro Municipal de Vigilância Sanitária, o CMVS, do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária, o SEVISA. Agentes irão visitar o estabelecimento e em seguida verificar se o espaço merece ou não uma autorização para funcionamento, que é sempre atualizada ao menos anualmente. Tal procedimento é necessário porque o espaço irá manipular e vender alimentos, podendo causar danos à saúde da população.
- Equipamentos para abrir um mercadinho
O investimento maior deve ser em produtos, mas é preciso de uma estrutura base para iniciar o funcionamento de um mercadinho. O primeiro a se pensar é na exposição dos produtos, que podem ser feitos em prateleiras encomendadas de vidro, madeira ou gôndolas.
Caso venda congelados e produtos que necessitem de uma refrigeração como carnes, iogurtes e afins irá precisar de um ou mais freezers. Há ainda o expositor vertical com refrigeração, semelhante a uma geladeira onde geralmente os estabelecimentos comerciais colocam garrafas, manteigas, entre outros.
Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento.
Baixe nossa Ideia de Negócios: Como abrir um minimercado