Eficiência, polidez, rapidez, simpatia e entusiasmo que o cliente tratado gera satisfação, fideliza clientes, e requer investimento em capacitação.

Bom atendimento não é apenas a simpatia que um funcionário dispensa a um cliente. O Boletim de Inteligência Atendimento em Bares e Restaurantes do Sebrae aponta os seguintes itens principais para o bom atendimento:

1.   Validade e Integridade do que é ofertado ou anunciado: oferecer todos os serviços divulgados, fortalecendo a informação ou a imagem transmitida pelo estabelecimento;

2.   Disponibilidade: os serviços devem estar à disposição dos clientes quando estes forem solicitados, como informações, promoções, pratos do cardápio, horários de atendimento;

3.   Precisão: rigor no cumprimento doshorários e parâmetros pré-estabelecidosno funcionamento do estabelecimento como entregas ou preparo de pratos;

4.   Surpreender: o serviço prestado ao consumidor acontece antes da expectativa criada pelo próprio cliente;

5.   Solução de Problemas: eficácia na hora de resolver problemas apresentados pelos clientes;

6.   Confiabilidade: aspecto mais importante do serviço. O cliente não deve duvidar de que o que foi prometido será, de fato, cumprido.

 

Percebe-se que a performance de bom atendimento requer a interação dos clientes para com os funcionários. Portanto, mantê-los bem capacitados é a atitude de gestão mais indicada para superar nesse fator crítico.  O mesmo boletim enumera cinco dicas que seus funcionários sejam bem capacitados:

1.   É fundamental manter o funcionário atualizado sobre os produtos que a empresa está oferecendo naquele período de vendas. A qualidade do atendimento é afetada quando o cliente percebe que o atendente não possui as informações corretas sobre a disponibilidade de um produto;

2.   Opte por profissionais que gostem de trabalhar com o público e possuam boa comunicação;

3.   É importante deixar claro para o funcionário quais funções ele terá na hora do contato com o cliente, especificando cada função de acordo com as características de cada empresa. Exemplo: recepcionista de primeiro contato, atendente de pedidos, garçom exclusivo de entrega etc.;

4.   Mantenha um canal direto para troca de informações e sugestões com o funcionário. Muitas vezes um processo pode ser otimizado simplesmente obtendo ideias inovadoras de quem atua na linha de frente com o cliente. Isso ainda faz o funcionário se sentir valorizado.

5.   A apresentação dos próprios funcionários tem que estar impecável para otimizar um bom atendimento. Uniformes limpos, unhas cortadas e outros aspectos são fundamentais para passar uma imagem de higiene e profissionalismo.

 

Saiba mais

Confira Faça uma autoavaliação da competitividade de seu Bar ou Restaurante na ferramenta de FATORES-CHAVE DE SUCESSO EM BARES E RESTAURANTES do Sebrae em http://www.sebraemercados.com.br/fatores-chave-de-sucesso-em-restaurantes/

Confira O Boletim Atendimento em Bares e Restaurantes do Sebrae em https://goo.gl/6sU6qn .

 

atendimento

Faça o curso gratuito em EAD do Sebrae sobre Excelência no Atendimento: excelência no atendimento https://www.ead.sebrae.com.br/cursos/atendimento-ao-cliente