Saiba como utilizar estratégias de divulgação de produtos e a identificar novas oportunidades de varejo em um segmento que cresce 20% ao ano

O Brasil tem mais de 51 milhões de pessoas que possuem o hábito de consumir produtos pela internet. Atento a este mercado em ascensão, o Sebrae elaborou um estudo para estimular o e-commerce e constatou que as micro e pequenas empresas deixam de explorar uma grande quantidade de produtos e serviços por não colocarem em prática estratégias de divulgação e marketing adequadas às características do varejo online.

No estudo, o Sebrae identificou mais de 50 palavras-chave e assuntos como “fantasia”, “piercing”, “bolo”, entre outras, que são muito procuradas em sites de busca mas pouco explorados através do anúncio da venda de produtos e serviços relacionados àquela busca. De acordo com o Sebrae, a publicação de anúncios vinculados aos produtos pesquisados nestes sites de pesquisa pode aumentar a visibilidade destes produtos e abrir reais oportunidades de negócios.

Expressões como “tatuagem”, “fantasia” e “anos 60″ estão entre as  mais buscadas na internet. No entanto, quando o assunto é pesquisado, não aparecem anúncios direcionando o internauta a sites que ofertem produtos ligados à pesquisa, como tatuagem de rena ou equipamentos para tatuadores, por exemplo. Paralelo a isso, o Sebrae detectou que o custo para anunciar estes serviços na Internet é mais baixo do que os preços cobrados para publicidade de produtos já consolidados no mercado de nichos online. Ou seja, existem oportunidades de negócios com baixo custo de divulgação e grande potencial mercadológico. Confira algumas das palavras abaixo:

12

 

Confira no link abaixo o estudo completo:

ESTUDO

Confira abaixo também um bate papo sobre o estudo e de forma resumida o passo a passo necessário para iniciar empreendimentos no varejo online. Além de apresentar os principais pontos de um estudo sobre o tema elaborado em parceria com o Sebrae Nacional, o consultor Gustavo Gorenstein respondeu perguntas sobre os mais diversos aspectos relacionados ao tema.

Confira um esquema do conteúdo do vídeo num infográfico: http://sebraemercados.com.br/?p=25697

Faça um check-up no seu ecommerce e receba orientações exlusivas respondendo esse questionário: http://www.sebraemercados.com.br/commerce/